Buscar: Newsletter:

Política

Em dois dias, arrecadação bate meta para Dilma viajar o Brasil

DO BAHIA TODO DIA 03/07/2016 | 12h36

O usurpador da cadeira presidencial, Michel Temer, proibiu que a presidenta eleita com 54,5 milhões de votos, Dilma Rousseff, pudesse continuar usando o avião da FAB (Força Aérea Brasileira) para suas viagens pelo Brasil. Só poderia fazê-lo se pagasse R$ 500 mil ao governo brasileiro. Então, duas amigas da presidenta, iniciaram uma campanha na internet para arrecadar o valor, meta atingida em apenas dois dias e meio. 

E não somente isso. A arrecadação ultrapassou R$ 600 mil neste domingo, com quase 10 mil pessoas participando com contribuições que variam entre R$ 10,00 e R$ 5.000,00. É um tapa na cara dos golpistas que tentaram inibir a mobilização contra o golpe, proibindo o uso do avião pela legítima presidenta. 

Organizada por Guiomar Lopes e Celeste Martins, amigas de longa data da presidenta, que lutaram na ditadura militar, e continuam lutando, pela democracia, a campanha é um sucesso de mobilização, com a participação de quase 10 mil pessoas. Dessas mais de 3 mil contribuíram com valores que vai de R$ 10,00 a R$ 30,00, mostrando que são pessoas comuns, que podem doar apenas poucos recursos, quem está na luta pelo respeito às urnas. 

As organizadoras dizem que a batalha é pela resistência, pelo mandato de Dilma e pela manutenção da democracia brasileira. "Achamos importante abrir uma conta onde as pessoas pudessem fazer doações e haver disponibilidade de recursos que a presidenta pudesse usar para as suas viagens," afirma Guiomar.

Veja aqui como ajudar. 



Bahiatododia - o site da notícia - © Copyright 2011 a 2016 | Todos os direitos reservados.