Buscar: Newsletter:

Brasil

Delação da Odebrecht será a metralhadora .10 citada por Sarney

DO BAHIA TODO DIA 31/05/2016 | 18h00

Em um dos áudios de conversas gravados pelo presidente da Transpetro, Sérgio Machado, com o ex-presidente José Sarney, o maranhense delcarou que a delação da Odebrecht tem o poder de uma metralhadora .10, ou seja, pode atirar para tudo quanto é lado e atingir todo o expectro político do país. 

E pode mesmo. As notícias que vêm sendo vazadas sobre a superdelação da maior empreiteira do país e que pode envolver 50 dirigentes e ex-executivos da empresa, pode ser um divisor de água na história da corrupção no Brasil. Isso porque, a construtora baiana está envolvida com obras públicas desde a ditadura militar e tem em seus arquivos informações que podem levar até memória de general para a cadeia. 

A delação não se resumirá ao PT, como queria o pessoal que manda na Lava Jato. Vai envolver sim o  PSDB e outros partidos hoje aliados do golpista Temer. E abordará também campanhas antigas. Somente um arquivo extraído de um computador da Odebrecht tinha o nome de 300 políticos que receberam dinheiro da companhia, de forma legal ou não.

Colocar todos na delação é uma exigência do patriarca do grupo, Emílio  Odebrecht, pai de Marcelo, presidente da construtora, preso há quase um ano. Sabe-se que Emílio fez chegar à cúpula tucana que responsabiliza o partido pela situação da empresa e do seu filho. Segundo a colunista da Folha de São Paulo, Mônica Bergamo, "nenhum dos grandes partidos deve ser poupado".



Bahiatododia - o site da notícia - © Copyright 2011 a 2016 | Todos os direitos reservados.