Buscar: Newsletter:

Brasil

Gilmar e golpista se reúnem na calada da noite para sujar a República

DO BAHIA TODO DIA 29/05/2016 | 11h30

A República brasileira já está definitivamente manchada por um golpe midiático-jurídico-parlamentar que tirou do poder uma presidenta legitimamente eleita sem motivo justificável. Já está manchada quando um consórcio de bandidos comandou este golpe para assumir a cadeira presidencial e de lá desmoralizar o país perante o mundo. Mas parece que para os golpistas, nunca é demais. 

Em plena noite de sábado (28), fora de agenda, o golpista Michel Temer recebeu o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes. Líder da bancada do PSDB na Corte, Mendes é o presidente da turma do Supremo que irá analisar todos os casos da Lava Jato envolvendo os que têm foro privilegiado (parlamentares, ministros, o próprio golpista). Depois das gravações de Sérgio Machado com Jucá, Renan e Sarney, fica fácil saber o que foi tratado no encontro.

O Brasil caminhava para ser um player no cenário internacional. Com toda crise, conseguiu recuperar terreno na economia, estava ocupando espaço no centro das decisões geopolíticas, possuía um nome de expressão multinacional, Lula, a quem Barack Obama referiu-se como "o cara"; o país era a esperança do mundo não desenvolvido de ter voz na cena mundial. 

Com o golpe de abril e maio de 2016, o Brasil sai da cena boa para embarcar na cena ruim. De país candidato a uma cadeira no Conselho de Segurança no caso de uma cada vez  mais necessária reformulação da Organização das Nações Unidas (ONU), voltamos para o patamar das repúblicas de banana que não respeitam o valor do voto. 

Gilmar Mendes, o  tucano do STF e Michel Temer, o golpista do Jaburu, fazem de tudo para confirmar isso, para desmoralizar a nação, para deixá-la de joelhos perante o mundo, envergonhada, desmoralizada. 

Juiz tucano e golpista se encontraram na calada da noite de sábado para tramar o arrefecimento da Lava Jato em relação aos golpistas. Para nada mais além disso, pois Gilmar não é presidente do STF para viver se reunindo com o titular (interino e por golpe) da cadeira presidencial. Sequer trajes adequados para encontros oficiais os dois tiveram o cuidado de usar, conforme a foto que ilustra esta matéria e mostra a chegada do líder do PSDB no STF à residência oficial do usurpador e conspirador. 

Triste país, cujas instituições estão fadadas a ser, sempre, a cara de sua sociedade hipócrita, de ética seletiva, de cidadãos pela metade. 



Bahiatododia - o site da notícia - © Copyright 2011 a 2016 | Todos os direitos reservados.