Buscar: Newsletter:

Agricultura

Senadores levam pleitos do Cacau ao Ministério da Agricultura

DO BAHIA TODO DIA | 19/06/2015 | 12h26

Representantes da cadeia produtiva do cacau e do chocolate foram recebidos na quarta (17) pela ministra da Agricultura, Kátia Abreu. Representantes do setor expuseram à ministra as principais preocupações do setor, com destaque para a necessidade de recomposição dos quadros da Ceplac, além de questões como a importação e exportação de produtos à base de cacau, o endividamento dos produtores e investimentos em pesquisa e tecnologia.

O encontro foi intermediado pelas senadoras Lídice da Mata (PSB-BA) e Ana Amélia (PP-RS) e contou com a presença dos senadores Valdir Raupp (PMDB-RO), Wellington Fagundes (PR-MT), José Medeiros (PPS-MT) e do deputado federal Bebeto Galvão (PSB-BA).

A senadora Ana Amélia, que preside a Comissão de Agricultura do Senador, contou à ministra que ficou impressionada com a produção da Biofábrica e com o cacau cabruca, produzido por meio de sistema sustentável. Lídice da Mata destacou que a cadeia produtiva do cacau, depois de amargo período enfrentando a praga da vassoura de bruxa, agora ganha reforço com parceria que a Ceplac acaba de realizar com a Universidade Federal do Sul da Bahia, que reforçará pesquisas relacionadas à cultura cacaueira. Lídice também citou projeto de sua autoria, que aumenta o teor obrigatório de 30% de cacau puro nos chocolates produzidos no Brasil.

A senadora do PSB baiano pediu urgência na reestruturação da Ceplac face a aposentadoria de servidores a partir do próximo ano, uma vez que o órgão se encontra há 27 anos sem realizar concurso público. Isso foi reforçado pelo diretor do órgão, Helinton Rocha, presente à audiência. 

Kátia Abreu garantiu que o órgão está incluído em plano de reestruturação geral que o Ministério está desenvolvendo e que deve ser apresentado à Presidente Dilma Rousseff para ser viabilizado em 2016. Ela disse ainda que o Ministério está apoiando a produção cacaueira no Nordeste e Norte do País  e informou que o governo está renovando as bases do plano nacional de incentivo à pesquisa, e que isso irá valorizar instituições como universidades, Embrapa, Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) e a própria Ceplac.



Bahiatododia - o site da notícia - © Copyright 2011 a 2016 | Todos os direitos reservados.