Buscar: Newsletter:

Diversidade LGBT

Antes homofóbico, ex-agente do boxe britânico anuncia mudança de sexo

DO BAHIA TODO DIA 11/08/2014 | 12h45

Sempre tirado a machão, famoso pelas declarações fortes contra homossexuais e chamado pela imprensa britânica como o ‘rei do boxe’, Frank Maloney, que já foi treinador e agente de atletas, anunciou nesse domingo (10) que vai mudar de sexo. Maloney, que no passado chamou a atenção pela postura homófobica, se prepara para fazer a cirurgia e viver como uma mulher.

"Eu nasci no corpo errado e sempre soube que era mulher. Eu não consigo seguir vivendo nas sombras, e é por isso que eu estou fazendo isso. Viver assim por mais tempo ia me matar", disse Maloney ao jornal Mirror.

Para quem não sabe, ele foi um dos mentores da lenda dos pesos pesados Lennox Lewis, campeão mundial da categoria, o primeiro do Reino Unido em quase um século. Com o poder de decidir os futuros da modalidade, Maloney virou uma lenda.

"O que estava errado no nascimento agora está sendo corrigido pela medicina. Eu tenho um cérebro feminino. Eu sabia que eu era diferente no minuto em que eu me comparei com as outras crianças. Eu tinha inveja das meninas", disse Frank, que agora quer ser chamado de Kellie.

"Eu nunca fui capaz de contar a ninguém do boxe. Você consegue me imaginar indo para um ringue vestido como uma mulher e fazendo o meu trabalho? Eu consigo imaginar o que gritariam para mim, mas se eu trabalhasse no mundo da arte ninguém ligaria para essa mudança", disse ela.

Kellie encerrou a carreira como Frank no ano passado e desde então viveu reclusa. Maloney tem três filhos de dois casamentos e uma movimentada vida pública. No meio da década passada, ela chegou a tentar ser prefeita de Londres, quando foi acusada de homofobia.

Como Frank, ela recusou-se a visitar o bairro de Camdem, no norte da capital inglesa, alegando que lá teriam "muitos gays". "Eu não gosto de ver policiais de mãos dadas em público. Não é um jeito familiar de levar a vida e nós deveríamos apoiar mais a família", disse Maloney à época. Candidata pelo Partido Independente, ela terminou na quarta posição do pleito que elegeu Ken Livingstone, do Partido Trabalhista.



Bahiatododia - o site da notícia - © Copyright 2011 a 2016 | Todos os direitos reservados.