Buscar: Newsletter:

Agricultura

Marcha dos Sem Terra chega a Salvador e já se aproxima do CAB

Trabalhadores reivindicam apuração na morte de militante e mais celeridade nos processos de reforma agrária.

DO BAHIA TODO DIA 08/05/2014 | 10h23

Os trabalhadores rurais do Movimento dos Sem Terra realizam uma caminhada na manhã desta quinta (8) do Município de Lauro de Freitas até o Centro Administrativo da Bahia (CAB). A marcha dos trabalhadores provoca lentidão no tráfego da avenida Paralela, sentido Salvador. 

Os cerca de 3 mil trabalhadores que participam da marcha, que começou em Camaçari no último domingo (4), vão acampar em frente ao Instituto da Reforma Agrária (Incra) para reivindicar a apuração do assassinato de Fábio Santos, militante do Movimento assassinado no dia 2 de abril de 2013, na cidade de Iguaí, com nove tiros, além de maior agilidade no andamento da Reforma Agrária. 

 

Assassinatos

Desde o último domingo (4), quando o MST iniciou marchas em todo o Brasil para cobrar celeridade nos processos de Reforma Agrária, três integrantes do movimento foram assassinados. O primeiro assassinato aconteceu no Paraná, no assentamento Sétimo Garibaldi por volta das 19h30 do último domingo (4), no  município de Terra Rica. 

Na terça (6), no Rio Grande do Norte, após uma mobilização com 500 trabalhadores acampados da região de Apodi, em luta por conta da jornada de lutas do MST, dois sem terras também foram executados. 

Para o deputado federal Valmir Assunção, líder do MST na Bahia, “esses assassinatos são a resposta do agronegócio ao camponês que não se submete a este modelo de desenvolvimento que degrada a dignidade humana. O Poder Executivo deve se atentar a esta realidade. A não democratização da terra, somado à impunidade resulta em mortes”, disse.

 

Foto: Joabe Menezes 

 

 



Bahiatododia - o site da notícia - © Copyright 2011 a 2016 | Todos os direitos reservados.