Buscar: Newsletter:

Agricultura

Projeto chinês empaca e deixa 100 hectares sem utilização no oeste da BA

DO BAHIA TODO DIA 07/04/2014 | 09h27

Saiu na Folha de São Paulo. Um projeto abandonado por um grupo empresarial chinês no município de Barreiras, no oeste da Bahia, deixou um descampado com cerca de 100 hectares  em uma das áreas mais valorizadas pelo cultivo de soja milho e algodão na região.

A Chongqing Grain Group Corp chegou a anunciar, em 2011, que os investimentos para o plantio e processamento da soja cultivada na região seria de US$ 2 bilhões. O projeto seria acompanhado por uma ferrovia e uma estrutura de armazenamento de grãos de toda a produção na região. Porém, até agora nada foi feito além da terraplanagem. 

Na época, o Governo do Estado alardeou a incursão chinesa na Bahia como uma das proezas realizadas pela atual gestão. Em entrevista aos repórteres da Folha, o porta-voz da Secretaria de Agricultura, Josalto Alves, tergiversou sobre o projeto empacado: “Está no processo burocrático”. 

Os chineses se recusaram a responder as perguntas da reportagem, que descobriu o que seria o verdadeiro motivo do abandono do projeto, antes considerado opulento pelos governantes. O que teria freado o ímpeto chinês seria a impossibilidade de apropriação de mais terras ao redor dos 100 hectares destinados para a instalação do projeto inicial.

Agora, depois de desmatar uma área importante de cerrado, o terreno continua inutilizado e improdutivo, a espera de plantio de culturas ou recuperação de vegetação nativa.

 

 



Bahiatododia - o site da notícia - © Copyright 2011 a 2016 | Todos os direitos reservados.