Buscar: Newsletter:

Agricultura

Conselho Monetário Nacional aprova aumento de cereais e culturas regionais

Reflexo poderá ser sentido 'nas prateleiras' pelos consumidores. O preço do pão pode ser o mais afetado.

DO BAHIA TODO DIA 28/03/2014 | 17h49

 

Foram aprovados na última quinta (27), pelo Conselho Monetário Nacional, as propostas de preços mínimos dos cereais de inverno, culturas regionais e laranja. Com isso, é possível que itens de consumo como pão, óleos de cozinha e até temperos sofram reajuste nas prateleiras.

O preço mínimo do trigo foi corrigido em 5%, de R$ 31,86/60 kg passando para R$ 33,45/60 kg, o que corresponde a R$ 557,50/tonelada, para a classe Pão, tipo 1, na região Sul. O preço mínimo da laranja foi reajustado em 13%, passando de R$ 10,10 a caixa de 40,8 kg para R$ 11,45/caixa.

Foram também definidos os preços mínimos para sementes de aveia, cevada e triticale, com reajuste médio de 14,55%, e ainda novos valores para aveia, canola, cevada, girassol e triticale. Alho, cacau, cera de carnaúba, castanha de caju, casulo de seda, guaraná, mamona e sisal tiveram os preços modificados.

Estes produtos são de expressão regional e possuem grande importância sócio-econômica, em virtude de serem demandadores de mão-de-obra.

A vigência dos preços mínimos depende da publicação das portarias pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, cujo processo já está em andamento.



Bahiatododia - o site da notícia - © Copyright 2011 a 2016 | Todos os direitos reservados.