Buscar: Newsletter:

Automobilismo

Pilota da F1 é encontrada morta

Maria Villota fazia testes para a equipe Marussia

BAHIA TODO DIA 11/10/2013 | 15h17


A pilota de testes da F1 Maria de Villota, de 33 anos, da equipe Marussia,  foi encontrada morta em um quarto de hotel na cidade de Sevilha, na Espanha, última quinta (10). Ela estava na cidade para fazer uma apresentação antes do lançamento de sua autobiografia, "La vida es un regalo" (A vida é um presente). Segundo pessoas que estiveram com Maria, ela apresentava perfeitas condições de saúde na segunda (7). 

Em comunicado nesta sexta (11), a família da pilota agradeceu o carinho dos fans: "Queridos amigos: Maria nos deixou, ela teve que ir para o céu, como todos os anjos. Agradecemos a Deus pelo ano e meio a mais que ele [sic] a deixou conosco".

Segundo Carlos Gracia, presidente da Federação Espanhola de Automobilismo, disse que Villota foi encontrada morta por um assistente pessoal. "Tudo o que sei agora é que seu assistente pessoal, Arancha, entrou no quarto e não conseguiu acordá-la", em relato ao jornal Marca.



A emissora de televisão espanhola Antena 3, que relatou que de Villota vinha sofrendo de enxaqueca desde que passou a se recuperar do acidente quase fatal de 2012, revelou que haverá uma autópsia para apresentar a causa mortis. Não foram encontradas drogas nem sinais de violência no quarto em que a pilota estava hospedada.



Bahiatododia - o site da notícia - © Copyright 2011 a 2016 | Todos os direitos reservados.